AMOR E SAUDADE

Um dia alguém bateu à porta do meu coração,
eu lhe sorri,
e de mansinho ele entrou, sem que eu notasse
Vivia... sonhava com ele, despertava para ele.
Sentia a felicidade juntinho de mim,
iludia-me com seu olhar de ternura,
com palavras bonitas e, num despertar descobri,
que estava amando de verdade.
Hoje, tudo o que me resta é a saudade,
o meu amor, sem dizer nada partiu.
O brilho de meus olhos se apagou,
deixando brotar duas lágrimas...
Estou só...
a vida já não é mais bela
pois já não tenho ao meu lado
aquele que me foi tão terno.
Nunca conseguirei lhe esquecer,
o amor nasce, nunca morre
e... se amanhã quiser bater na porta de meu coração,
eu lhe sorrirei e lhe deixarei entrar novamente.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O SAGITÁRIO

Nunca diga que algo é impossível